BLOG
30
AGO
   Visita do Cookie

 
26
AGO
   Arte RioMar - Oficina Infantil da Casa da Tia Léa

“Arte é poder voar fora da asa”

Hoje começa o evento “Arte no RioMar” que está imperdível!

O evento é gratuito e contará com oficinas e exposições de artistas locais, envolvidos em projetos urbanos e socioambientais. E a Casa da Tia Léa está marcando presença com o Espaço Kids com oficina de arte.


A programação começa a partir das 15h às 22h, no Piso L1, próximo ao G Barbosa.

Esperamos por você para viver dias repletos de muita arte!

 
18
AGO
   PATRIOSKO

Homenagem da mamãe e Jornalista Danielle Furtado para o papai Luiz Eduardo.

Ilustração feita pelo papai Thomaz Fernandes.

PATRIOSKO

Eis que o dia dos pais chega numa semana de noites quase nada ou pouco dormidas de vômitos e febre aqui em casa. Mal começaram as aulas, e nossa caçula adoeceu. Nessas altas horas, lembro porque escolhi você para o papel de pai das minhas filhas, sem saber. Porque, na verdade, quem escolheu foi alguém muito sábio que mora em algum lugar do meu inconsciente e que detectou, num único sorriso seu, tudo o que eu precisava, o que você tinha em abundância, e eu, em escassez, e me entregou a você à (quase) primeira vista, na confiança e sem qualquer garantia.

O negócio, fechado tão precocemente, podia não ter dado certo, mas, como eu disse, esse alguém é mesmo muito sábio. Ele sabia premonitoriamente o marido e, especialmente, o pai que você se tornaria. O marido também renderia uma homenagem, mas, como é dia dos pais, vou me ater ao pai.

Bastaria dizer que, mesmo que um dia nós nos separássemos, o que rezo para que nunca aconteça, eu jamais me arrependeria do nosso casamento porque, entre outras tantas coisas preciosas, ele deu, às minhas filhas e a mim, o melhor pai que elas poderiam ter. Mas você merece conhecer minhas razões.

Então, eu volto às noites mal dormidas. Você banhando nossa filha coberta pela sopa tomada no jantar e não digerida, com uma paciência e uma ternura comoventes apesar do adiantado da hora e do despertar assustado. Eu trocando os lençóis, limpando o chão, quase chorando com o anúncio regurgitado de mais uma doença e suas noites em claro, mas, ao mesmo tempo, grata por poder dividir esse momento com você, que me alivia tanto o peso da preocupação materna. Você sabe que é minha serenidade quando estou beirando à insanidade. Também feliz por ter, ao meu lado, um pai de vanguarda, que, bem antes de as peças publicitárias motivadas pelo movimento de empoderamento feminino mostrarem o novo homem/pai, que bota a mão na massa e na pomada antiassaduras, você já estava com a sua toda pintada de branco.

Antes de “o não basta ser pai, tem que participar” da gelol virar “os homens mais fortes são os que cuidam” da dove (que é genial), você já cuidava há muito tempo. Já tinha dado o primeiro banho de suas filhas, trocado incontáveis fraldas com todos os conteúdos possíveis (números 1, 2 e 3), preparado um sem-número de mamadeiras (com direito a leite derramado, literalmente), enfim feito tudo o que um responsável por uma criança deve fazer, seja pai ou mãe.

Tenho sorte por ter um marido que não ajuda com as crianças, mas um que divide, um sócio na criação e nos cuidados (regime de comunhão universal de responsabilidades e tarefas), e que não espera prêmios ou elogios por isso porque sabe que não está fazendo favor algum, embora acabe recebendo por conta dos referenciais ainda conservadores do entorno. Esse é um daqueles casos em que alguém não faz mais que sua obrigação, mas, como muitos ainda se recusam a fazer a despeito dos avanços, como é uma exceção quando deveria ser regra, acaba atraindo a distinção.

Ok, não estou sendo justa, nem um pouco. Você realmente faz muito mais que sua obrigação. Não quando troca fraldas, prepara mamadeiras, dá banhos, alimenta. Isso, todo pai deveria fazer, é o pacote básico. Mas quando você se deixa lambuzar de maquiagem para se transformar no Gotye do clipe de Somebody that I used to know, quando vira arquiteto, engenheiro e “pedreiro” de uma casinha de bonecas construída com caixas de papelão ou quando dança com nossas filhas à noite como parte de seu ritual do sono. Aí você faz mais do que manda o figurino e dá um bônus valioso às nossas filhas, momentos felizes que se tornarão memórias caras.

Não sei se você já atinou para isso, mas, quando elas crescerem e ouvirem as canções da playlist de seus embalos noturnos (Lost Stars, Thinking out loud, Someone like you, Angels, Garotos etc.), vão sentir de novo a segurança dos braços do pai, a paz de se abandonar no colo de quem as ama, o “aconchego de casa” onde quer que estejam. E isso realmente não tem preço, como dizia outra inspirada propaganda, esta de um certo cartão de crédito.

Sempre que vê uma matrioska, nossa primogênita, já muito questionadora do parapeito de seus cinco anos incompletos, pergunta, diante daquela sequência de mulheres, de mães e filhas que se guardam uma dentro da outra, que se protegem usando o próprio corpo como casca, onde está o pai daquelas “meninas”. Nunca soube explicar. De fato, não sei a razão para a exclusividade feminina nesse brinquedo tradicional da Rússia. É bem verdade que o objeto simboliza o ato de dar à luz, mas isso não seria possível sem a participação do pai. 

E agora que os pais estão começando a mudar, deixando de ser meros partícipes e se tornando coprotagonistas na criação dos filhos, apesar da resistência inútil por parte dos mais tradicionalistas, sua ausência não me parece justa. Talvez esteja mesmo na hora de criar um “patriosko”. Decididamente, você merece um. Feliz dia dos pais!

Fortaleza, 14 de agosto de 2016
Danielle Furtado

 

 
16
AGO
   Aula Jogos Olímpicos
Aluna Giulia Crivelaro
Turma Special Book
Inf IV - sede 02
Teacher: Mariana Soares
 

 
 
16
AGO
   Father´s Day

Turma: Reading Fun
2o ano - sede 02
Teacher: Mariana Soares



 

 
10
AGO
   Dia dos pais

E hoje os alunos do segundo ano, turma Reading Fun, fizeram seus cartões pro dia dos pais.
Sede 02
Teacher Mariana Soares

 

Páginas: « anterior 12345678910 próxima »

Mostrando: de 1 a 6
PUBLICAÇÕES
1ª Edição - CONVIVER
 
ANIVERSARIANTES
DO MÊS
Agosto
1 RAISSA OLIVEIRA
1 CAROLINA ARAGãO
2 GIOVANNA MARIA SERPA
2 LUIZ LOPES
5 MARIA BEATRIZ A. PINTO
6 LEONARDO LIMA
6 DAVI GADELHA
6 ARTHUR AMORIM
6 MARIA JULIA CAVALCANTE
8 BEATRIZ TIGRE
8 DAVI RATS
8 MELISSA VIDAL
10 LUCAS FARIAS
12 ENZO GABRIEL
12 MARIA VICTORIA
12 VICTOR MAGALHãES
14 VICTOR SOMBRA
15 ARTHUR RAMOS
16 ISABELA CASTRO
18 RICARDO MACHADO
19 LARA SALOMONI
20 ISABELLA ABREU
21 FILIPE FIGUEIREDO
21 MARIA BEATRIZ P. PINTO
22 CAIO SOARES
24 DIEGO RORIZ
25 LUIZ FERNANDO BENEVIDES
25 VALENTINA CARNEIRO
26 MARIA ALICE AIRES
26 PEDRO SANTANA
27 ESTHER BENEVIDES
30 CECíLIA REBOUçAS
31 MARINA XIMENES
aniversariantes
 
FACEBOOK

 

 
INSTAGRAM

INÍCIO

QUEM SOMOS

SERVIÇOS
INFORMAÇÕES
ÁREA RESTRITA

FALE CONOSCO
www.igenio.com.br